ARTIGOS – DOM ALOÍSIO ROQUE OPPERMANN

Valeu a pena fazer revolução?

O que moveu os agentes da Revolução de 31 de março, a intervir na sequência politico-histórica do Brasil, foi o medo de acontecer uma instalação de regime de governo, de cunho socialista e marxista. O medo vinha, com realismo, da ilha de Cuba. Nós como cristãos, praticamos uma inata aversão a esses regimes ateus, porque […]

Compartilhe!

A Igreja na revolução cívico-militar

Neste fim de março a mídia esteve repleta de reminiscências do movimento revolucionário de 64. É evidente que os vencedores é que contam a história.  Já os Romanos diziam: “vae victis” (ai dos vencidos). Mas os nossos vencedores nada falaram – nadinha – da participação da Igreja nesses 21 anos de exceção. Cada um só […]

Compartilhe!

Atitude estóica ajuda: mas resolve?

A vida do homem sobre a terra não é tranquila. Deparamo-nos com problemas, quase dia e noite, de janeiro a dezembro. São preocupações de saúde, de convivência entre os sexos, de inimizades dentro da comunidade, de preocupantes dívidas, de vacilações na linha ideológica, de partidarismos políticos, de perseguições sem culpa… O paraíso terrestre não existe. […]

Compartilhe!

O diálogo quase se tornou possível

Uma Revista de circulação nacional, publicou entrevista com Joshua Green, um professor, ateu confesso da Universidade de Harvard. Ela apresenta uma certa novidade, porque o autor toma ares mais brandos ao expor suas idéias. O que não é muito comum entre ateus, diga-se de passagem. Mas percebe-se, durante toda a entrevista, que o escritor se […]

Compartilhe!

Um convite para a penitência quaresmal

O perdão de nossos pecados é uma necessidade espiritual. Mas também psicológica. Nada melhor do que o pecador se sentir perdoado. “Feliz aquele cuja iniquidade foi perdoada” (Sl 31, 1). Isso é benéfico para nós. Restaura nossa autoestima. Sentir-se perdoado significa ter a sensação segura de ser amado.  Trata-se de uma grande experiência interior, portadora […]

Compartilhe!

Assédio às comunidades rurais?

Tenho tido, em nome da arquidiocese, um modestíssimo contacto ecumênico com o “Conselho dos Pastores Evangélicos” de Uberaba. Eles me receberam muito bem, e permitiram que eu lhes desse um apanhado sobre o sentido da CF  deste ano de 2014 (Tráfico Humano). Mas é sabido que nem todas as comunidades evangélicas fazem parte desse Conselho. […]

Compartilhe!

A verdadeira revolução

Por ter uma  natureza social, muito cedo o ser humano descobriu que era necessário fazer um acordo entre todos. Assim surgiram os contratos sociais. Estes são necessários para evitar a anarquia – um prejuízo  imenso para  todos –  ou para domar a prepotência dos mais fortes  sobre a massa desorganizada. Quando a situação se torna […]

Compartilhe!

Ainda nos preocupamos com reforma agrária?

Senti dor no coração por um fato totalmente inesperado. Um grande contingente do MST, na semana passada, praticou um “assalto”, sumamente bem treinado, ao Palácio do Planalto.  Não compareceram para fazer mimos. A violência foi a tônica. É evidente que as forças de segurança intervieram. Apesar do uso de armas bastante benignas, de lado a […]

Compartilhe!

Necessidade permanente de convivência

Parece que o mundo moderno acentuou demais a importância da pessoa individual.  O subjetivo tornou-se um valor imprescindível. Em grande parte é isso mesmo.  A auto-realização virou um ideal de plenificação. Não podemos mais repreender uma criança quando ela diz: “este brinquedo é meu”.  É um estado de alma que permite fazer crescer a auto-estima. […]

Compartilhe!

Rasgaram as vestes

Era uma reação quase teatral, entre os judeus, de rasgar a veste de cima, ao se deparar com um escândalo ou ouvir uma blasfêmia. Diante de uma resposta de Jesus, “o sumo sacerdote rasgou suas vestes” (Mt 26, 65). A Comissão da ONU, encarregada dos direitos das crianças, submeteu o representante da Santa Sé a […]

Compartilhe!

UMA REPÚBLICA SOCIALISTA?

Se os serviços públicos são geridos por empresas particulares, ou pelo governo, é uma questão de eficiência. Não é de ideologia política. Mas não esqueçamos que os serviços públicos “gratuitos” alguém os precisa pagar. A passagem de ônibus eu posso pagar do meu bolso, diretamente para a companhia particular, que presta esse serviço. Ou eu […]

Compartilhe!

O HOMEM PERFEITO

         O homem moderno, por mais desligado da religião que possa parecer, mantém na sua consciência as grandes interrogações religiosas da existência. Qual é o significado da vida? Qual é o sentido da atividade humana e das suas fadigas? Por que – por mais que mantenha boa forma física – com certeza […]

Compartilhe!
Compartilhe!