Frei Gabriel de Frazzanó

Grande apóstolo, grande vida – que viveu ocupada e preocupada com os irmãos carentes – fiel seguidor de Francisco de Assis, considerado irmão de todos. Grande missionário, não só na estatura física, mas, sobretudo na estatura moral. Estamos falando de Frei Gabriel de Frazzanó, nascido Antônio Machi, na cidade chamada Frazzanó, na Itália, em 1907. Perto de Frazzanó fica Messina, cidade onde os frades capuchinhos têm a sede da província e neste ambiente Frei Gabriel virou missionário. Começou o noviciado a 8 de dezembro de 1923.

Frei Gabriel de Frazzanó chegou ao Brasil em 10 de outubro de 1936 e veio para Minas Gerais no mesmo ano, logo nos inícios da Missão. Sua primeira fraternidade foi Carmo do Paranaíba, sendo idealizador e iniciador, em 15 de agosto de 1946, da construção da igreja de São Francisco de Assis, que passou a ser na prática a sede das celebrações da paróquia naquela cidade. Também construiu uma capela no bairro Niterói, no Carmo, cuja inauguração se deu em 1942.

Do Carmo veio para Uberaba onde trabalhou ativamente para a construção das igrejas de Santa Teresinha e São Judas Tadeu. Também promoveu todos os anos o Natal dos Pobres, chegando, em 1955, a distribuir grande quantidade de gêneros alimentícios para inúmeras famílias uberabenses.

Além do Carmo e Uberaba morou em algumas cidades mineiras construindo algumas igrejas, trabalhando ativamente com os pobres e sempre ganhando a simpatia e estima dos moradores e ajudando nas igrejas, nas sacristias, nas cozinhas das casas paroquiais e na assistência dos enfermos e pobres. Um exemplo foi Belo Horizonte, onde também deixou marcas de sua colaboração, na construção da igreja e do convento de Nossa Senhora de Pompéia.

Foi sobretudo em Frutal, onde chegou em 1957, o campo fértil de seus trabalhos de missionário. Lá construiu a igreja matriz de Nossa Senhora do Carmo, inclusive com trabalho braçal, a Casa Paroquial, a Igreja Nossa Senhora Aparecida, o Asilo Pio XII e sua Capela, a Casa da Criança e a Santa Casa de Misericórdia com a Capela e a Casa das Irmãs. Todas essas obras constituem os mais belos lances de sua existência, toda ela consagrada no semear o bem e a caridade. De 1971 a 1973 empreendeu uma série de ampliações nessas obras: necrotério na Santa Casa, barracão para depósito de arroz no Asilo Pio XII, aumento de salas na Casa da Criança.

Depois de alguns dias de internado, no hospital em que ele mesmo fundou, e após uma viajem a sua terra natal, Frei Gabriel faleceu em 17 de abril de 1973, aos 66 anos de idade. Partiu como viveu: com nobreza e dignidade e deixando exemplo de solidariedade e caridade.

Em Uberaba foi homenageado em 1986, com seu nome na Creche Frei  Gabriel  de  Frazzanó,  no Jardim Espírito Santo.

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *