Coordenadora Nacional da Pastoral Criança visita Uberaba

 

Entre os dias 4 e 6 de maio a coordenadora Nacional da Pastoral da Criança, irmã Vera Lúcio Altoé, esteve visitando a Arquidiocese de Uberaba.

Num primeiro momento a coordenadora da Pastoral da Criança, juntamente com as dirigentes estadual e regional, reuniu-se com os padres da diocese mineira de Uberaba. Já são 13 igrejas com a pastoral funcionando e a meta é chegar a 50% das 60 paróquias até o final deste ano. A Quase Paróquia de São Miguel Arcanjo, no Residencial 2000, montou a sua pastoral da criança recentemente. Padre Leandro Santos enfatiza que a pastoral tem tudo a ver com o bairro onde a população infantil é a maior de Uberaba.

Diante do clero irmã Vera deu ênfase ao projeto dos primeiros mil dias da vida da criança que será lançado ainda neste semestre. Ele compreende os 270 dias da gestação e os 365 dias do primeiro e segundo ano de vida da criança. A atenção aí deve estar voltada, disse a coordenadora, para os bebês com atraso no crescimento dentro do útero, crianças que não mamam no peito e aquelas que estão abaixo do peso.

Na segunda parte da visita a coordenadora conversou com as lideranças da Pastoral da Criança. Cerca de 60 líderes de 13 paróquias participaram da palestra. O grupo pode conferir a trajetória destes 32 anos da Pastoral da Criança no Brasil, a diversidade de ações e a sua expansão para outros países. Os lideres também interagiram com a coordenadora respondendo como ingressaram na pastoral. A maioria a convite de padres e freiras. Com dona Adélia Elias,da Paróquia N. S. das Graças, foi assim. Mas agora a professora aposentada gostou tanto da missão que não deixa a pastoral por nada.

Irmã Vera Altoé frisou ainda sobre a missão da pastoral, os cuidados com a saúde, a evangelização e a necessidade do grupo estar sempre motivado. Repetindo frase do papa Francisco ela disse aos agentes que Deus dá as batalhas mais difíceis aos seus melhores soldados. Por fim, a coordenadora afirmou que a criança desnutrida continua sendo preocupação da pastoral, porém, o foco atual é a criança obesa. A meta, enfatizou, é trabalhar o fim dos enlatados, reduzir o tempo das crianças com os aparelhos eletrônicos e estimular a horta caseira nas famílias.

A visita foi acompanhada de perto pelo arcebispo dom Paulo Peixoto e padre José Edilson Silva, coordenador de Pastoral. Ele disse que meta nos próximos anos é atingir, pelo menos, metade das 18 mil crianças da Arquidiocese de Uberaba.

 

 

Rubério Santos

Assessor de Imprensa

 

Uberaba, 08 de maio de 2015

irma_vera_lucia_altoe

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *