Padre Vítor Coelho de Almeida, a poucos passos da beatificação

Neste dia 22 de setembro recorda-se o dia do nascimento do Padre Vítor Coelho de Almeida. A recordação dessa data ganhou um tom ainda mais especial pelo encerramento da investigação sobre um possível milagre atribuído a sua intercessão há pouco mais de um mês na Arquidiocese de Ribeirão Preto, em São Paulo.

A causa do ‘Apóstolo de Aparecida’ avançou significativamente quando a senhora Edilene Pavão Geraldini, residente em Pirassununga (SP), declarou ter alcançado há 23 anos (06.02.1998), um possível milagre pela intercessão de Padre Vítor Coelho. Ela testemunhou que recebeu a graça diante de uma gravidez complicada e com risco de vida, no período em que estava internada na Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto.

Encerramento da investigação

A sessão solene que encerrou o processo de investigação do possível milagre atribuído ao Servo de Deus Padre Vítor Coelho de Almeida ocorreu no Tribunal da Arquidiocese de Ribeirão Preto, no último dia 29 de agosto. Esse encaminhamento dentro do processo de beatificação foi aberto no dia 22 de julho e prolongou-se por 37 dias. Neste período foram ouvidas testemunhas referentes à graça recebida pela miraculada.

O arcebispo de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, presidiu a sessão que contou com a presença de Dom Darci José Nicioli, C.Ss.R, vice postulador da causa de beatificação e arcebispo de Diamantina (MG); padre Antônio Carlos Santana, Juiz do Tribunal e Delegado da Investigação da Causa; padre Antônio de Pádua Dias, Promotor de Justiça; e padre José Sidney Gouvêa Lima, notário. Participou também a religiosa do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus, Irmã Pier Paula de Farias, que coordena os trabalhos da execução prática da causa; a miraculada Edilene Pavão Geraldini; o padre Luís Gustavo Tenan Benzi, coordenador de pastoral da Arquidiocese; colaboradores do Tribunal de Ribeirão Preto e um grupo de amigos e familiares da miraculada.

“Para a Arquidiocese de Ribeirão Preto é motivo de alegria e gratidão por mérito do padre Vítor que por aqui também esteve pregando as Santas Missões, e pelo fato, também de modo especial, por ter realizado o possível milagre aqui na cidade de Ribeirão Preto”, disse Dom Moacir na cerimônia.

Dom Darci Nicioli em entrevista ao A12.com esclareceu como está sendo encaminhada essa investigação de uma possível graça especial pela intercessão do ‘Apóstolo de Aparecida’.

“Levamos três eventos, três acontecimentos narrados por pessoas que entenderam ser graças especiais. Dentre esses três eventos, acontecimentos, que levamos e apresentamos em Roma para a postulação geral, um deles depois de análise de peritos foi considerado como cientificamente inexplicável. Então possivelmente haja neste caso a identificação de uma graça especial”, disse.

Dom Darci ainda explicou ainda como se dará a continuidade da causa de beatificação, com a documentação que foi enviada ao Vaticano. “Esperamos agora que a Sagrada Congregação para a Causa dos Santos analise todo o processo e dê o seu veredicto. Acontecendo um veredicto positivo conforme os próprios médicos estão afirmando, então sim, teremos de fato um milagre reconhecido oficialmente pela Igreja. Sendo assim, nós já poderemos dizer que o Padre Vítor Coelho de Almeida será elevado a glória dos altares, [mas somente] depois que Roma e os peritos da Sagrada Congregação assim o decretarem”, finalizou.

Fonte: a12.com

Compartilhe!
1 responder

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *