Paróquia São Benedito (1961)

Processo de criação da Paróquia

Em 24 de maio de 1959, foi constituída uma Comissão Pró-Elevação a Paróquia da Capela de São Benedito,sob a presidência do Pe. Olímpio Olivieri, naquela ocasião Cura da Catedral e, consequentemente, responsável pelo território no qual estava localizada a Capela de São Benedito. Para além dele, também participavam dessa Comissão Pe. Antônio Fialho e dezenas de leigos e leigas comprometidos com a causa. O território que se pretendia para a futura paróquia foi setorizado e os leigos foram incumbidos de percorrer residências e comércios à procura de contribuições que foram registradas num Livro de Ouro. Foram também organizadas rifas de eletrodomésticos e anualmente se realizavam no mês de outubro quermesses por ocasião da Festa de São Benedito. Em junho de 1960, Pe. Olímpio informou aos demais membros da Comissão que, após solicitar a Dom Alexandre Gonçalves do Amaral, bispo diocesano, a criação da Paróquia, este havia argumentado que estava ocupado com o processo de desmembramento e criação da Diocese de Uberlândia, de forma que poderia analisar cuidadosamente aquela solicitação apenas no ano seguinte.

Finalmente, no dia 17 de fevereiro de 1961 foi criada a Paróquia São Benedito por decreto do Bispo Diocesano, sendo localizada no coração do bairro uberabense de mesmo nome. Poucos dias depois, Pe. Vicente A. dos Santos tomou posse como primeiro pároco.

Histórico das Obras

A antiga matriz de São Benedito ficava localizada na atual Praça Dr. Jorge Frange e sua demolição se deu em outubro de 1968, a pedido da Prefeitura Municipal e com anuência da Igreja no sentido de que fosse construído um Terminal Rodoviário, o que de fato aconteceu. Imediatamente foi improvisada uma capela de madeira na Rua Francisco Pagliaro onde os ofícios litúrgicos ocorreriam temporariamente enquanto as missas dominicais seriam celebradas no galpão do Colégio Nossa Senhora das Graças. A partir de fevereiro de 1973, foram iniciadas as obras da nova matriz no mesmo local onde hoje se encontra. Apenas a partir de dezembro de 1975 os ofícios litúrgicos passaram a ser ordinariamente celebrados na nova matriz, por ocasião da colocação da cobertura, embora as obras ainda não tivessem terminado. Finalmente, no dia 3 de dezembro de 1978, foi celebrada festivamente pelo arcebispo Dom Benedito de Ulhoa Vieira uma missa de inauguração da nova matriz.

Em maio de 1996, foi inaugurado um Complexo Paroquial que contava com um Salão de Festas, um apartamento para residência do pároco e um conjunto de cinco salas de catequese.

Em setembro de 2002, foi erguida a torre de sustentação do sino e construídas as rampas e grades laterais.

Nos últimos anos foram construídos banheiros, modernizado o sistema de som e instalado um eficiente sistema de refrigeração. Recentemente, foi incorporado ao patrimônio paroquial um terreno adjacente cujo propósito será de expandir o Salão de Festas.

Paroquiatos

Entre a criação da paróquia em 1961 até 2001, foi o primeiro pároco MONSENHOR VICENTE AMBRÓSIO DOS SANTOS. Durante algum tempo, contou com Padre Eddie Bernardes como vigário paroquial.

Entre 2001 até 2010, foi o segundo pároco DOM ANTÔNIO BRAZ BENEVENTE, atualmente Bispo Diocesano de Jacarezinho (Paraná). Durante seus últimos anos de paroquiato, contou com a colaboração de Padre Roberto Francisco de Oliveira como vigário paroquial.

Entre 2010 até 2012, foi o terceiro pároco PADRE SEBASTIÃO JOSÉ APARECIDO RIBEIRO.

E desde 2012, é o quarto e atual pároco PADRE MARCELO LÁZARO PINTO.

 

Por Vitor Lacerda

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *