Cristãos celebram a Páscoa do Senhor

O sábado da Vigília Pascal, dia 19 de abril, contou com missas em todas as 27 paróquias de Uberaba.

Após as caminhadas, procissões e encenações da Sexta-Feira da Paixão, o sábado concentrou-se na cerimônia da Vigília Pascal. As celebrações, entre sete e oito da noite, tiveram início na parte externa das igrejas, aonde através de uma fogueira a comunidade ascendeu o círio pascal e velas. Em seguida, os fiéis entraram no templo ainda escuro, que aos poucos era iluminado com o fogo novo do círio e das velas, simbolizando a disposição de mudança de vida do cristão.

O arcebispo dom Paulo Mendes Peixoto presidiu a Vigília Pascal na Catedral Metropolitana. Na narrativa das leituras, um mínimo de quatro e máximo de sete textos, os cristãos celebraram a ressurreição de Jesus de Cristo. Ele que vence a morte dando ao mundo a salvação para a vida eterna.

Neste domingo, dia 20, a missa de Páscoa seguirá os horários normais das celebrações dominicais. Assim, só em Uberaba serão mais de 120 missas, incluindo paróquias e comunidades.

A palavra Páscoa, explica dom Paulo Peixoto, vem do termo hebraico “pessach” e significa passagem. “Inicialmente comemorava-se a libertação do povo hebreu que vivia como escravos no Egito. Com a morte de Jesus para nos salvar, celebramos a sua ressurreição ao terceiro dia e a certeza de que também nós um dia ressurgiremos para uma vida nova,” enfatiza o arcebispo.

Dom Paulo ressalta, porém, que para haver Páscoa de verdade é preciso a real disposição do cristão em mudar de vida. “Não basta jejuns, penitências e promessas, é preciso que ele deixe de lado ações de não ressurreição como maldade, injustiça, inveja, corrupção, egoísmo e tantas outras. Mudanças que só acontecem de fato quando há conversão do coração,” conclui.

Rubério Santos

Assessor de Imprensa

Uberaba, 19 de abril de 2014.

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *