Nota de pesar e solidariedade pelo falecimento da Irmã Maria Antônia

A Arquidiocese de Uberaba recebe com profundo pesar a Páscoa Eterna da Irmã Maria Antônia de Alencar, OIC, na manhã do dia 21 de dezembro de 2018. Em nome de Dom Paulo Mendes Peixoto, a Arquidiocese, juntamente com todas as comunidades que expressam sua Fé em Jesus Cristo, manifestam a solidariedade aos familiares, parentes, amigos e às irmãs da Ordem da Imaculada Conceição das Monjas Concepcionistas Franciscanas.

Maria de Lourdes de Alencar nasceu em Exu (PE), no dia 11 de abril de 1921. Adotou o nome de Maria Antônia quando entrou para a vida religiosa. Irmã Maria Antônia veio para Uberaba na década de 50, para fundar juntamente com outras seis religiosas o Mosteiro da Imaculada Conceição da Divina Providência e de São José, do qual faz parte o Santuário da Medalha Milagrosa.

Publicou 10 livros, sendo o último já aos 96 anos de idade, intitulado “Encontra-se Deus”, por ocasião do seu aniversário Natalício em 11 de abril de 2017.

Em 1979 fundou “A Pequena Obra de Santa Beatriz”, uma obra de assistência social de inspiração católica da qual a irmã tinha um profundo carinho, expressando recentemente que aos 97 sua preocupação era: “que A Pequena Obra de Santa Beatriz não pare”. Com 39 anos de fundação, a Pequena Obra de Santa Beatriz atende mais de cem famílias em Uberaba, prestando apoio material, moral e espiritual. 

Irmã Maria Antônia faleceu aos 97 anos. Seu corpo será velado no Santuário da Medalha Milagrosa a partir de 13h. O horário da missa seguida de sepultamento será às 17h30, também no Santuário da Medalha Milagrosa.

Assessoria de Imprensa da Arquidiocese de Uberaba

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *