Seminário Arquidiocesano de Uberaba realiza missão na Diocese de Abaetetuba, no Pará

Entre os dias estão sendo de 08 a 17 de dezembro, o Seminário São José da Arquidiocese de Uberaba realiza uma experiência missionária na Diocese irmã, Abaetetuba, no Pará, com a turma do terceiro ano de teologia, juntamente com o reitor, Pe. Vanderlei Izaumi.

O objetivo da missão é cumprir o que prescreve a orientação do projeto de formação: conhecer um estilo de ser Igreja diferente e com desafios diferentes da nossa Arquidiocese de Uberaba. A Igreja de Abaetetuba foi escolhida por termos uma ligação com ela, por meio do projeto da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) de promovermos comunhão entre Igrejas de diversas realidades.

Pe. Vanderlei Izaumi juntamente com os quatros seminaristas – Alexandre Ferreira, César Augusto, Marcos Vinícios e João Batista estão visitando as comunidades e paróquias. Nas visitas passam por uma convivência com o pároco e apresentam a sua ação paroquial e o desenvolvimento pastoral na dinâmica da ação evangelizadora nas diversas comunidades.

A diocese tem cerca de 21 paróquias e algumas delas chegam a ter entre 80 e 90 comunidades. Desta forma, a ação do padre é fundamental diante da animação dos que coordenam a comunidade. O padre reúne-se com os representantes das comunidades uma vez ao mês para fazer a agenda mensal e dar as formações para os leigos. Desta forma, a presença real de Jesus Cristo se dá pela celebração do culto, ou seja, celebração da palavra. O padre em tempo bem distante passa nas comunidades para realizar os sacramentos.

Constatamos que a Diocese de Abaetetuba é uma Igreja viva e atualmente na escuta da Palavra. Sua organização está vivenciando há tempos o projeto de a Igreja ser comunidade de comunidades e é plenamente marcada pela presença da ação dos leigos nas principais atividades da evangelização.

Grupo na avaliação do projeto de Evangelização

O maior projeto da diocese é dar formação aos leigos, capacitando-os para tais atividades. A formação é permanente para todas as etapas: crianças, jovens e adultos, homens e mulheres. Com isso alcançam um comprometimento bem maior de todos. Exemplo disso é que em uma sexta-feira participaram de um encontro de avaliação do projeto de 2018 de uma das regiões da paróquia e presenciaram um grupo com mais de 140 líderes. A paróquia é composta de 68 comunidades, entre as ilhas, organizada em três regiões.

Tem sido uma experiência muito rica em observação desta Igreja. Pois são ações que ajudam a refletir sobre a organização e orientação das comunidades e paróquia, utilizando o máximo possível da descentralização da Matriz, fazendo com que sejamos uma Igreja verdadeiramente missionária e comunidade de comunidades.

Seminário São José

LEIA MAIS

Experiência missionária na Diocese irmã Abaetetuba

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *