Paróquia de Santo Expedito, em Uberaba, convida a todos para a festa do santo padroeiro

Padre José Bezerra está há cinco anos à frente da paróquia de Santo Expedito, em Uberaba. O pároco se diz muito feliz na comunidade. “Me sinto realizado como sacerdote. Conhecia a comunidade da paróquia de Santo Expedito há muito tempo, pela participação na mesma, em meus festejos”. Padre José Bezerra afirma que durante esse tempo de caminhada e missão junto à paróquia já se pode ver as conquistas alcançadas. “A estruturação e criação de novas pastorais para o crescimento da Igreja, povo de Deus, e também a resposta do povo, meus filhos e filhas, às propostas lançadas”, se alegra.

Padre José Bezerra nos descreve a história de Santo Expedito, acompanhe:

 

Santo Expedito, das causas urgentes

Santo Expedito foi martirizado na Armênia. Ele era militar, foi decapitado no dia 19 de abril de 303, sob o imperador Dioclesiano, que subira ao trono de Roma em 284.

Levava uma vida devassa, mas um dia, tocado pela graça de Deus, vendo uma grande luz, tudo mudou em sua vida. Foi então que lhe apareceu o Espírito do mal, em forma de corvo, e lhe segredou “cras….! cras….! cras….!” palavra latina que quer dizer: “Amanhã…! amanhã…! amanhã…!, isto é: Deixe para amanhã! Não tenha pressa! Adie sua conversão!” Mas Santo Expedito, pisoteando o corvo, esmagou-o, gritando: HODIE! Quer dizer: HOJE! “Nada de protelações! É pra já!” É por isto que o Santo Expedito é invocado nos casos que exige solução imediata, nos negócios em que qualquer demora poderia causar prejuízo.

No Brasil, sobretudo, Santo Expedito é invocado nos negócios, o santo da “última hora”, num sim, sem adiamentos.

História de Santo Expedito

Paróquia de Santo Expedito, em Uberaba

Santo Expedito, segundo a tradição, era armênio, não se conhecendo o lugar de seu nascimento, mas parece provável que seja Metilene, localidade onde sofreu seu martírio. A Armênia é uma região da Ásia Ocidental, situada ao Sul do Cálcaso, entre o Mar Negro e o Mar Cáspio, nas margens dos Rios Tigre e Eufrates. Essa região foi regada com o sangue de muitos mártires, entre eles Santo Expedito.

Sua cidade natal não passa hoje de uma pequena localidade chamada Melatia, cidade construída no século II pelo imperador romano Trajano. A partir de Marco Antônio, tornou-se residência da 12ª Legião, conhecida como “Fulminante”, cuja missão era defender o império romano dos bárbaros asiáticos. Hoje, Metilene é uma cidade mística e simples, onde sua população vive em calma, longe das agitações políticas.

Além de Santo Expedito, que foi levado à morte a 19 de Abril de 303, sob o poder de Deocleciano, lá veneram-se outros Santos mártires, entre eles: São Polieucto, outro oficial do exército romano que foi martirizado no século III.

Deocleciano subiu ao trono de Roma em 284. Por seu ambiente e por seu caráter, parecia oferecer aos cristãos garantias de benevolência, pois havia em seu palácio a liberdade de religião, sendo, inclusive, sua esposa Prisca e sua filha Valéria, cristãs, ou ao menos, catecúmenas. Sob influências de Galero, seu genro, pagão convicto, determinou a perseguição dos cristãos, ordenando a destruição de igrejas e livros sagrados, a cessação das assembleias cristãs e a abjuração de todos os cristãos. Galero, sempre incitado por sua mãe, também pagã, queria abolir para sempre o Cristianismo e através de insinuações maldosas e hábeis calúnias, fez crer a Deocleciano, que o cristianismo conspirava de várias formas contra a augusta pessoa do imperador.

Deocleciano, então, empreendeu a exterminação sistemática dos cristãos, envolvendo, inclusive, os membros de sua própria família e os servidores de seu palácio. Foi uma hecatombe sangrenta: oficiais, magistrados, o bispo da Nicomédia (Antino), padres, diáconos, simples fiéis foram assassinados ou afogados em massa. Somente em 324, com a retomada da autoridade do imperador cristão Constantino, foi que tiveram fim as terríveis perseguições que durante três séculos tinham ensanguentado a Igreja.

Paróquia de Santo Expedito, em Uberaba

Padre José Bezerra convida a todos para participarem da festa!

O pároco da paróquia de Santo Expedito convida os devotos e devotas do Santo para participarem da festa. “Venham conhecer, rezar e também se divertir nesta grandiosa festa! Um grande e afetuoso abraço para todos!”

 

Programação completa da Festa em louvor à Santo Expedito.

 

Jordana Moreira
Assessora de Imprensa

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *