Paróquia Nossa Senhora de Lourdes – Conquista-MG

No dia 11 de fevereiro, celebramos a festa de Nossa Senhora de Lourdes. A origem desse título dado a Virgem Maria vem das aparições de Nossa Senhora a Santa Bernadete, em uma gruta localizada na cidade de Lourdes, na França.
Fazemos memória dessa festa, tão importante para os fiéis devotos da Mãe de Deus, principalmente por confirmar o dogma da Imaculada Conceição, proclamado quatro anos antes das aparições da Virgem em Lourdes.

Nesta edição, vamos falar um pouco da Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, localizada na cidade de Conquista. Foi criada pelo primeiro bispo De Uberaba Dom Eduardo Duarte Silva, em 19 de dezembro de 1908. No início do século XX, a região do Triângulo Mineiro passava por um momento de crescimento econômico, advindo principalmente da presença da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, que se instalou inicialmente na cidade de Uberaba, trazendo um rápido desenvolvimento econômico para a cidade e, consequentemente, para a região do Triângulo Mineiro.

A cidade de Conquista, por localizar-se próxima a Uberaba, também se beneficiou do momento de crescimento do Triângulo Mineiro. Inclusive, sua estação ferroviária foi instalada em 25 de abril de 1889. Com essa movimentação econômica, a cidade se expandiu, e assim a região foi recebendo novos moradores, que expressaram o desejo de ter um templo dedicado a Nossa Senhora.

A primeira capela de Nossa Senhora de Lourdes foi construída em 1895, sob a orientação do coronel Domingos Vilela de Andrade, conhecido popularmente como “Coronel Mingote”, fazendeiro e latifundiário, nascido em Monte Alegre. Antes de se instalar na futura cidade de Conquista, Domingos Vilela residia em Ribeirão Preto, onde era grande produtor de café. Após a aquisição de extensiva área às margens do Rio Grande, construiu a sede de sua fazenda que, segundo a memória popular, era chamada de Fazenda da Conquista, dando assim o nome à cidade.

No processo de tombamento da Paróquia, consta que a primeira festa religiosa foi celebrada em louvor ao Senhor Bom Jesus da Lapa, em 1902, por ser de origem baiana a maioria dos habitantes da região.

Em 1905, Alexandre Palatti construiu a capela de Santo Antônio e, em 1907, o coronel Aurélio Cordeiro, a capela de São José. Alguns anos após a criação da Paróquia, Dom Eduardo aprovou a planta da nova (atual) Matriz, pois a antiga capela se encontrava em estado precário de conservação, impossibilitando até mesmo a participação dos fiéis nas celebrações.

Em 1917, a construção da nova Matriz foi iniciada por Monsenhor José João Perna, e também por Monsenhor Eduardo Antônio dos Santos, vigário à época. Com a decadência econômica da região, advinda principalmente pela extensão da Companhia Mogiana para as cidades de Uberlândia e Araguari e pelo fato da construção ser administrada por meio de doações, só foi inaugurada em 1927, pelo padre José de Mello Rezende.

Apesar da dificuldade financeira enfrentada, percebe-se nitidamente a riqueza dessa construção por meio dos detalhes de sua arquitetura. A paróquia localiza-se no centro da cidade, defronte à Praça Central, onde se encontra uma fonte dedicada à Nossa Senhora de Lourdes.

Ao lado da Paróquia, foi inaugurado o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, inicialmente administrado pelas irmãs Franciscanas Missionárias do Egito. Contudo, devido à não-adaptação das religiosas à cidade, logo abandonaram o Colégio e em 1938 as irmãs da Congregação Nossa Senhora do Amparo o assumiram. Também essas não deram continuidade ao trabalho e, já na década de 1980, abandonaram o Colégio, assumindo trabalhos na Santa Casa de Misericórdia.

Pela riqueza arquitetônica e, evidentemente, pelo significado religioso e cultural da cidade de Conquista, a igreja foi tombada pelo IPHAN em 2003, momento em que a política local incentivou e fortaleceu a identidade local e o processo de tombamento. A Igreja de Nossa Senhora de Lourdes passou, então, a ser considerada patrimônio histórico e cultural da cidade. Evidentemente, tal procedimento de tombamento ganhou forças depois de 1999, que marcou a reinauguração da igreja Matriz de Conquista, após uma reforma conduzida pelo pároco da época Padre José dos Reis Naves, que obteve ajuda da Usina Hidrelétrica de Igarapava, no financiamento de boa parte das reformas necessárias. A cerimônia foi presidida pelo então arcebispo metropolitano de Uberaba.

Atualmente, a Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, além da Comunidade da Matriz, conta com as capelas urbanas de Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora de Lourdes, Santos Reis, no Asilo São Vicente, São Jorge, na casa das Irmãs de Nossa Senhora do Amparo, além de três capelas rurais: a de São Francisco, São José e a de Santo Expedito. Tem como pároco desde 2013 Padre Sandro Dalmolin.

Amanda Oliveira

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *