Reunião do Conselho de Formadores da Arquidiocese de Uberaba

Na manhã de hoje (09) foi realizada a Reunião do Conselho de Formadores Arquidiocesano. O reitor do Seminário de Filosofia e Teologia da Arquidiocese de Uberaba, Padre Vanderlei Izaumi Silva, nos conta o que é o Conselho de Formadores. “Dentro da Arquidiocese nós temos os organismos de funcionamento. A parte da Formação é uma dimensão da Arquidiocese que precisa estar sempre em atenção. Nos organismos que precisam de mais atenção forma-se um conselho particular específico para aquela função”, este é o caso do Conselho de Formadores.

Este Conselho é formado inicialmente pelo bispo, que é o primeiro formador dos padres da Arquidiocese, depois pelos padres que o bispo escolhe. “O reitor é aquele que trabalha de maneira mais direta com a formação. No meu caso, sou morador do seminário e estou no auxílio de todos os outros seminaristas. Eu gosto de dizer que eu sou auxiliar da caminhada de cada um”, afirma padre Vanderlei, reitor do Seminário.

Os demais integrantes do Conselho de Formadores, também trabalham de maneira direta na formação, são eles: os diretores espirituais, padre Rogério Consentino de Aguiar e padre José Rinaldo Trajano; monsenhor Levi Fidelis, reitor do Seminário Propedêutico em Araxá; padre Marcelo Lázaro, diretor da Escola Diaconal; padre Saulo Emílio Moraes, vigário geral da Arquidiocese e Dom Paulo Mendes Peixoto, arcebispo metropolitano.

Segundo padre Vanderlei, o Conselho de Formadores auxilia o bispo nos assuntos diretos que correspondem à formação. O Conselho “analisa e avalia cada seminarista, ajudas no discernimento de cada vocacionado que se ingressa no seminário e a partir dessas análises, fazem os escrutínios (por exemplo) para ver se estão aptos ou não para a ordenação, tanto diaconal quanto presbiteral”, conta o reitor.

Os assuntos que regem o Conselho de Formadores são os que dizem respeito à ação mais direta da formação, o objetivo é auxiliar o bispo nesses assuntos. “Esse ano nós estamos trabalhando a diferença de formação inicial e formação permanente. O Conselho de Formadores trata diretamente da questão da formação inicial, ou seja, dos seminaristas que estão na fase de ingresso para a vida presbiteral, que é a preparação de oito anos dentro do seminário”, finaliza padre Vanderlei.

Para conhecer melhor a história do Seminário Arquidiocesano de Uberaba, visite o site: https://www.seminariodeuberaba.com/

Jordana Moreira

Assessora de Imprensa

Compartilhe!
0 respostas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *