REVISTA SOLIDARIEDADE

    A Comissão para a Ação Transformadora Social assumiu a animação do Ano da Caridade em nossa Arquidiocese. Muito já foi feito, numa caminhada marcada por ações que fizeram diferença em nossa vida, como Arquidiocese.

   Da abertura do Ano da Caridade, em uma celebração que aconteceu na Catedral, no dia 8 de março, passando pela abertura do Ano da Caridade nas paróquias, no dia 13 de março, vimos acontecer a VI Semana Social ao longo do ano e fomos beneficiados pelas publicações referentes ao Ano da Caridade, no Caderno Popular.

   Em nossas Foranias, nas reuniões, teremos momentos formativos referentes à temática social. A Escola de Fé e Cidadania também veio dar sua contribuição a esta reflexão tão necessária, propondo estudos relacionados à Doutrina Social da Igreja, de modo virtual, pelo canal do YouTube da Arquidiocese.

   Fomos marcados pela generosidade de nosso povo, na oferta consciente do gesto concreto, que aconteceu por ocasião da festa de Corpus Christi, em profunda unidade arquidiocesana. Teremos ainda o gesto concreto que será realizado nos ambientes da Foranias, favorecendo uma instituição escolhida entre as muitas de cada Forania.

   Há um projeto que começa a ser desenvolvido agora: a construção de uma publicação que deverá mostrar todo o bem que é feito pela Igreja, na Arquidiocese de Uberaba. Assim, começa a nascer a Revista Solidariedade, do seguinte modo:

   Primeiro: Venho manifestar minha gratidão pelo belíssimo trabalho que todos ajudaram a realizar na Fase Diocesana do Sínodo. Muito obrigado!

    A Síntese Diocesana já foi encaminhada para a Secretaria Nacional do Sínodo – CNBB, em 31 de julho, conforme nos foi orientado.

   Estamos aguardando o momento oportuno para definirmos como se dará o encerramento daquele trabalho, prestando contas, inclusive, a todos os envolvidos no processo de construção da Fase Diocesana, suas sínteses nos diversos níveis. Temos um vasto material produzido que poderá ser a base de construção de um novo PAPIU.

  Gratidão à Equipe de Redação, sob a coordenação do Pe. Geraldo Maia, que brilhantemente trabalhou na preparação de todas as sínteses e reflexões apresentadas. Muito obrigado!

   Segundo:  Diante do que foi proposto pela Comissão para a Ação Transformadora Social, um novo serviço foi pedido para a Equipe do Sínodo e para a Pascom. Contamos com a colaboração de todos. Estamos no Ano da Caridade e a produção de uma publicação que pudesse mostrar tudo aquilo que é feito no campo da promoção humana, no serviço social em nossa Arquidiocese, foi preparada. Esta publicação será uma Revista que terá, como título, Solidariedade. Precisamos da ajuda de todos, mantendo a mesma estrutura operacional que usamos para o Sínodo.

   O Primeiro passo será a recomposição de nossos ambientes, com seus respectivos responsáveis:

   1 – Presbíteros: Padre Fábio

   2 – Diáconos Permanentes: Diácono Francisco

   3 – Religiosos e Religiosas: Padre Jarbas

   4 – Delegados Paroquiais: Sônia e Rosária

   5 – Delegados Pastorais e Movimentos: Freud e Solange

   6 – Novas Comunidades: Gustavo

   7 – Renovação Carismática: Daniel

  O segundo passo será o contato dentro dos ambientes, buscando identificar os serviços feitos nas áreas da promoção humana e da ação social. Será preparado um questionário para identificar e qualificar as instituições e serviços, bem como uma identificação dos responsáveis para um contato já mais profundo e apresentação da proposta da Revista Solidariedade.

  O terceiro passo será a apresentação da proposta de financiamento da Revista, que envolverá nossas Paróquias, Instituições e Serviços, bem como empresas, comércio e outros parceiros.

  O quarto passo ficará sob a responsabilidade da Pascom: a produção da Revista, em seus muitos momentos, tais como: correção, adequação dos textos, edição das fotos, diagramação, etc.

 O quinto passo será o lançamento da Revista e sua distribuição. Neste passo, irão trabalhar juntas: Comissão para a Ação Transformadora, Equipe do Sínodo e Pascom.

   Caríssimos,

   Como tem sido dito nas reuniões da Comissão de Ação Transformadora Social, a produção dessa Revista será a grande marca do Ano da Caridade, pois teremos, a partir dela, uma visão geral de todo o bem que a Igreja faz em nossa Arquidiocese, dando oportunidade para a construção de parcerias entre Instituições e Serviços afins, bem como a produção de catálogos de informações sobre as Instituições e Serviços e outras possibilidades.

  Peço a todos que, com alegria, assumamos juntos este novo desafio, prestando este serviço a nossa Igreja Particular, neste Ano da Caridade.

   Sob as bênçãos de Deus e a proteção de Nossa Senhora da Abadia, vamos em frente, com coragem e alegria.

  Gratidão!

  Deus nos abençoe a todos!

          Pela Comissão e Equipes,

          Mons. Valmir Ribeiro

Compartilhe:

© Copyright Arquidiocese de Uberaba. Feito com por
© Copyright Arquidiocese de Uberaba. Feito com por