Temas de destaque

Nesta matéria para o Jornal Virtual Metropolitano, quero dar destaque para duas realidades importantes do momento de nossa Igreja. Uma delas, com dimensão mais universal, é o 10º Encontro Mundial das Famílias, convocado pelo Papa, realizado em Roma, no mês de junho. A outra, de nossa Arquidiocese, a reorganização e publicidade da Comissão Arquidiocesana de Justiça e Paz.

Em 16 de março de 2016, o Papa Francisco, motivado pelo material coletado dos dois Sínodos sobre a família, publicou a Exortação Apostólica pós-sinodal, Amoris Laetitia, falando da importância da vida familiar para a atualidade. Estamos em tempo de aplicação de seu conteúdo. Este é um dos motivos da realização do 10º Encontro Mundial das Famílias, dos dias 22 a 25/06/2022.

Foi vontade do Santo Padre que o Encontro Mundial tivesse ressonância em todas as dioceses. Pediu aos bispos diocesanos que escrevessem uma carta às famílias de sua Igreja particular, destacando o papel da família, que realizassem três lives formativas com temas propostos e que fosse celebrada uma missa pela intenção dos bons frutos do Encontro, envolvendo toda a Igreja neste acontecimento.

Nossa Coordenação Arquidiocesana da Pastoral Familiar escolheu os seguintes temas para essas lives: 1. “A família a caminho da santidade”; 2. “Identidade e missão da família cristã”; e 3. “Igreja doméstica e sinodalidade”, levadas ao ar pelos nossos canais virtuais e que podem ser assistidas pelo YouTube. Sugerimos aos padres a celebração de uma das missas do dia 26/06 na intenção do Encontro.

Estamos reorganizando a Comissão de Direitos Humanos, agora com o nome de Comissão de Justiça e Paz, com a assessoria espiritual do Pe. José Edilson da Silva. Para marcar sua existência, no dia 17 de agosto próximo, no Auditório da Prefeitura Municipal de Uberaba, vamos realizar um “Café Justiça e Paz”, quando será dada publicidade à Comissão e seus objetivos.

O objetivo dessa Comissão é de lutar contra qualquer tipo de violência e de agressão desmedida, como também despertar a comunidade para promover o progresso dentro dos conformes da justiça social. Não é que ela vá resolver problemas de litígios, mas poderá ajudar na negociação para que as soluções sejam alcançadas, sem prejuízo na integridade física das pessoas.

Dom Paulo Mendes Peixoto
Arcebispo de Uberaba

Compartilhe:

© Copyright Arquidiocese de Uberaba. Feito com por
© Copyright Arquidiocese de Uberaba. Feito com por